Categorias

Newsletter

  • Design Gráfico

    Pôsteres oficiais das cidades-sede da Copa do Mundo

    Foi lançado ontem (25), os pôsteres oficiais das cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA 2014™. Cada cidade ficou responsável por realizar a cerimônia […]


    Foi lançado ontem (25), os pôsteres oficiais das cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA 2014™. Cada cidade ficou responsável por realizar a cerimônia de apresentação dos cartazes das sedes durante o dia de domingo.

    Abaixo estão os 12 cartazes apresentados e um resumo do conceito de cada um. Para ler os conceitos completos é só acessar o site da Fifa.

    Espero que sua frustração não seja tão grande quanto a minha.

     

    Cartaz da sede Belo Horizonte

    O conceito por trás do cartaz de Belo Horizonte gira em torno da Igreja de São Francisco de Assis, que faz parte do conjunto da Pampulha, integrando-se ao Mineirão. Segundo o site da Fifa, “as imagens que decoram o exterior da Igreja ganham vida e se unem em sobreposições formando os pentágonos da bola”.

    Cartaz da sede Belo Horizonte para a Copa do Mundo de 2014

     

    Cartaz da sede Brasília

    Para o cartaz de Brasília, eles trabalharam com a estilização da Catedral Metropolitana de Nossa Senhora Aparecida, cuja cor azul é defendida com a citação de Lúcio Costa: “O céu é o mar de Brasília“. A cor amarela é empregada em dois tons diferentes, sendo o da esquerda para representar o sol nascente (leste), e o da direita para o sol poente (oeste). A cor verde é justificada pelo fato de Brasília possuir um dos maiores índices de área verde do mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde. Já o jogador em primeiro plano em diversas cores representa as etnias que formam a sociedade brasileira e também simbolizam os jogadores dos cinco continentes.

    Cartaz da sede Brasília para a Copa do Mundo de 2014

     

    Cartaz da sede Cuiabá

    O conceito do pôster diz respeito a alegria do povo cuiabano e do evento, que estão representados nas cores vivas e variadas. A bola nos pés do jogador representa o futebol e o mapa que está dentro dela quer dizer que a capital está preparada para receber “o maior evento de sua história”. Além disso, um dos destaques do cartaz é a ave tuiuiú, um dos símbolos do Pantanal.

    Cartaz da sede Cuiabá para a Copa do Mundo de 2014

     

    Cartaz da sede Curitiba

    A imagem de um pinheiro estilizado foi a escolha para representar o pôster de Curitiba. Árvore essa, cujo nome vem de origem indígena e quer dizer “muito pinhão”, ocupava um vasto território antigamente.

    Cartaz da sede Curitiba para a Copa do Mundo de 2014

     

    Cartaz da sede Fortaleza

    O conceito desse cartaz é a paixão pelo futebol, representado pelo moderno estádio Arena Castelão e pela bola no céu, que carrega os principais monumentos da cidade. De acordo com a fifa, “as texturas utilizadas e os traços do desenho remetem a uma cidade moderna, mas que não esquece das suas tradições, o que torna Fortaleza um dos locais mais visitados por turistas no Brasil.”

    Cartaz da sede Fortaleza para a Copa do Mundo de 2014width=

     

    Cartaz da sede Manaus

    Não quero desmerecer a cidade de Manaus, muito menos os chocólatras de lá, mas, até agora, este foi conceito mais fraco de todos. Tão fraco que vou copiá-lo na íntegra do site da Fifa: “O pôster da Sede Manaus ilustra uma característica única: aqui, no coração da maior floresta tropical do mundo, somos todos Torcedores por Natureza. Torcemos por grandes jogadores, por partidas memoráveis, por gols de tirar o fôlego. E nós também torcemos pela natureza. Afinal de contas, estamos todos jogando no mesmo time.”

    Cartaz da sede Manaus para a Copa do Mundo de 2014

     

    Cartaz da sede Natal

    Natal trás o conceito de “receptividade para o maior evento de futebol do planeta e as oportunidades de crescimento, emprego e intercâmbio de culturas que vêm junto à Copa do Mundo”, simbolizado pelos braços abertos envoltos pelas cores do Brasil.

    Cartaz da sede Natal para a Copa do Mundo de 2014

     

    Cartaz da sede Porto Alegre

    O local representado no cartaz é a Usina do Gasômetro, que, segundo os defensores do conceito, é o local onde pode se obter uma das vistas mais bonitas do pôr do sol. O jogador chutando a bola e a explosão desse movimento simbolizam a grandeza do evento e os avanços que ele deixará para a cidade, tais como a riqueza cultural, o desenvolvimento tecnológico, estrutural e a riqueza econômica, que estão representados nas faixas que seguem a bola. Por fim, as pessoas vibrando que aparecem no fundo representam a paixão dos gaúchos pelo futebol.

    Cartaz da sede Porto Alegre para a Copa do Mundo de 2014

     

    Cartaz da sede Recife

    Recife utilizou em seu cartaz uma das manifestações mais características da cidade: o Frevo. O passista e o jogador de futebol estão em consonância com os movimentos ágeis e leves e a capacidade de fazer o mundo ferver com suas acrobacias. “O Futebol invade o Frevo. O passista, no meio da dança, torna-se também jogador.”, resultando nas cores vibrantes e na composição com as paisagens características da cidade.

    Cartaz da sede Recife para a Copa do Mundo de 2014

     

    Cartaz da sede Rio de Janeiro

    Todas as camadas do pôster representam os aspectos que formam o Rio de Janeiro: a praia, a montanha, o Pão de Açucar, o mar e o céu. Já as cores vibrantes simbolizam a energia e o ritmo próprio da cidade e do futebol. Bem no meio, nas camadas de cor vermelha, as curvas assumem o formato de um coração que representa o amor do carioca pelo futebol.

    Cartaz da sede Rio de Janeiro para a Copa do Mundo de 2014

     

    Cartaz da sede Salvador

    Assim como a maioria das outras sedes, Salvador fez uso de um monumento que é cartão postal da cidade, o Elevador Lacerda. O conceito do cartaz é o gol, que acaba sendo o objetivo final de uma partida de futebol.

    Cartaz da sede Salvador para a Copa do Mundo de 2014

     

    Cartaz da sede São Paulo

    Não vou nem comentar o conceito do cartaz de São Paulo. Tirem suas próprias conclusões: “O pôster de São Paulo para a Copa do Mundo da FIFA 2014™ reflete uma metrópole onde milhares de pessoas vivem, se emocionam, comemoram e respiram futebol juntos. O futebol está no sangue da cidade, nas ruas, no mar de edifícios, no ar. São Paulo possui uma energia coletiva que conecta todos e faz de nós a maior torcida do mundo na maior cidade do Brasil.”

    Cartaz da sede São Paulo para a Copa do Mundo de 2014

    Eu gostaria muito de tecer algum comentário crítico sobre os cartazes acima, mas depois de tantas tentativas eu desisti. Não consigo justificar meu descontentamento e frustração a respeito do material apresentado e do conceito defendido por seus criadores.

    Há cartazes que pecaram na proposta gráfica mas mandaram bem no conceito, e outros fizeram o inverso. O pior mesmo é ver que tem cartaz que não conseguiu atender nenhum dos dois quesitos.

    Na minha opinião, as duas peças que conseguiram, de certa forma, aliar o conceito à proposta gráfica foram os cartazes de Recife e Rio de Janeiro.

    Fica a pergunta:

    O que você achou dos cartazes das cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014?

    _________________________
    Fonte: Fifa


    • http://www.facebook.com/antoniofellippe.canuto Antonio Fellippe Canuto

      #PoxaBrasil Cadê a harmonia?

    • brunodesign1206

      Adorei o de Manaus, o conceito do cartaz de São Paulo é ótimo mas o texto ficou ilegível, no demais todos ficaram bem criativos! ^^

    • http://www.facebook.com/lucas.benfica Lucas Benfica

      o de recife ficou sensacional. me lembrou os cartazes da copa na áfrica, que tinham uma riqueza gráfica muito grande.. gostei do cartaz da sede natal, que por horas me fez lembrar um dos cartazes da argentina 86..

    • http://privatemessage.tumblr.com Luke Morales

      Manaus e Salvador ficaram show! Os unicos tambem…

      • Thyara Merlo

        Concordo! Foram os mais bonitos e limpos, apesar de fraquinhos. Acho que do ponto de vista artístico, essa será a copa do mundo mais feia de todos os tempos!

    • Felipe

      Acho que tem muita referência de cartazes clássicos europeus …faltou uma identidade nacional e ao mesmo tempo reflete o que se passa em todo planejamento da copa…desorganizado e feito as pressas.

    • https://www.behance.net/thiagorocha Thiago Rocha

      Achei o de Recife o mais bonito disparado

    • Stefano Candido

      Não concordo com as opniões.

      Gostei da maioria, claro que alguns deixam a desejar, sim!

      Mas visualmente a maioria ficou bacana. Alguns conceitos também são fracos, mas se levarmos em consideração o evento da copa, o que poderá ser dito diferente disso? “Paixão nacional, futebol… etc”

      Acho essa mania de criticar tudo o que é novo, de o antes é melhor que atual, fraca.

      Acredito (minha opnião!!!) que isso não abre a mente, e restringe a pessoa a monotonia, enfim…

      Quero dizer que não concordo com essa opnião do “Tudo que é feito novo, funcionalidade, criação, usabilidade, interface…” é ruim… o bom é do jeito que estava, ex interface das redes sociais.

      De qualquer maneira, isso é um blog aberto e vale a opnião de todos, assim como eu respeito a de todos também.

      Abs

    • http://twitter.com/wnavarrobr William Navarro

      Conforme fui rolando a pagina fui vendo e os unicos que gostei foi do Recife e RJ.. principalmente o do Recife, que tem uma forte identidade regional e bem executado. Agora os outros parecem muito homogêneos.

    • http://www.facebook.com/aprodriguess Arthur Paiva Rodrigues

      Ruins mesmo. Recife e Manaus são os melhores. O Rio ficou o mesmo clichê de sempre, parece que só existe pão de açúcar lá. O de São Paulo segue a identidade visual da cidade
      http://www.cidadedesaopaulo.com/sp/

    • DutraGui

      Se eu fizesse um pôster igual esse de SP na faculdade, certeza que o professor iria me xingar dizendo quer era clichê, que qualquer um poderia pensar nesse conceito, que é uma bola em volta de prédios. Essa é a primeira coisa que vem a mente qdo se pensa em copa e em SP.

    • Jamile

      Recife foi sem dúvida alguma o MELHOR dentre eles. Pois desejava que todos tivessem uma idéia melhor desenvolvida, que pena.

    • http://www.facebook.com/BibesAndrade Bibes Andrade

      Achei o de Recife e o de Manaus os mais bonitos, mas em questão de conceito concordo que o de Manaus foi meio porco… Na questão de conceito + execução pra mim Recife e Rio foram os melhores mesmo.

    • Lucas Emmanuel

      Curti praticamente todos, exceto o de Manaus e Rio.

      Manaus devido a enorme quantidade de posts relacionado a esse tema, e usar araras não é melhor opção porque muito se usa.
      Rio de Janeiro é uma infinidade de coisas que poderiam ser trabalhadas de melhor forma. O Pão de Açúcar é muito explorado, então numa dessa a ilustração não fica tão forte quanto merecia.

    • diego

      Triste!!

    • http://twitter.com/kaakaw KaakawCanibal

      Estou muito decepcionada com esses trabalhos. Tenho certeza que poderiam ser melhores e mais bonitos, que mostrassem realmente a identidade do Brasil. Recife, pra mim, conseguiu passar muito bem a mensagem. Cometeram erros grotescos ao criar esses posteres, como se tivessem que fazer pra entregar na hora. Fiquei ainda mais decepcionada vendo o da minha cidade, Belo Horizonte..

    • Amanda Gondim

      Ao
      olhar esses cartazes da Copa de 2014, me pergunto: CADÊ A IDENTIDADE DO
      EVENTO? Apesar de cada cidade ter sua ilustração, elas não conversam
      entre si (só observar o traço de cada pôster, cada um é de um jeito).
      Tudo bem de que a arte de Manaus é super fofa, e a de Recife, cheia de
      movimento (realmente, achei ambas muito bonitas), mas elas não dialogam.
      Além do mais, essa tipografia do “2014 Fifa World Cup Brazil” na cor
      azul escura tem SÉRIOS problemas de legibilidade no cartaz de SP… tsc
      tsc

    • Lucas Garcia

      O pior é que o outro concorrente de Curitiba estava ótimo! Nem passava pela minha cabeça que essa mancha de tinta ai em cima ia ganhar o concurso

    • http://www.facebook.com/ezequielnc Ezequiel Nascimento Celes

      Sou de Belo Horizonte, mas sinceramente a de Recife foi a melhor